Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

Blaise Pascal: Um Cientista de Fé

“Só existem duas espécies de pessoas a quem se possa chamar de razoáveis: ou os que servem a Deus de todo o coração porque o conhecem, ou os que o procuram de todo coração porque não o conhecem”
                                                                                                             Blaise Pascal
Linda frase. Um pensamento óbvio para MUITOS cristãos, porém algumas pessoas talvez me questionem qual a relevância da mesma. E eu diria que o destaque não esta no texto em si, mas no autor deste pensamento.  Blaise Pascal foi um físico, matemático, filósofo moralista e teólogo francês, do séc. XVII que impactou o mundo com sua perspicácia cientifica e intelectual, de modo que ainda hoje nas escolas e universidades somos introduzidos, principalmente as bases da matemática e da física. Blaise Pascal contribuiu decisivamente para a criação de dois novos ramos da matemática: a Geometria Projetiva e a Teoria das probabilidades. Em Física, estudou a mecânica dos fluidos, e esclar…

DEUS é o autor da criação e isso é um fato!

Desde muito pequenos somos educados nas escolas, e até mesmo pelos mais velhos que o Universo é fruto de uma grande explosão, um Big Bang, e que a humanidade é apenas o resultado do processo natural da evolução do macaco. E muitas pessoas incorporam esses ensinos como verdades inabaláveis que foram descobertas pelas mentes mais brilhantes e pelo poder da ciência que tudo pesquisa e tudo descobre, não é mesmo? Mas o fato é que estas “verdades” nada mais são do que teorias que sequer se dão ao trabalho de respeitarem suas próprias regras e condições.  Neste pequeno texto gostaria de chamar a sua atenção, amigo leitor para pequenos, e curiosos fatos, que detonam idéias arraigadas na mente das pessoas e apontam para o fato de que há um Deus criador por trás de todas as coisas. A ciência exige a visão do mundo conforme a bíblia ensina. Vejamos:a ciência admite a ordem do universo, nós sabemos que esta ordem é real porque Deus fez todas as coisas (João 1:3), e também porque Ele impôs esta or…

REAL OU VIRTUAL?

No outro dia, enquanto eu ministrava uma aula sobre: “O Cristão e os Relacionamentos Virtuais”, um dos alunos indagou se nosso relacionamento com o Criador é algo Real ou Virtual.  Primeiramente, é bom entender que um dos tópicos da lição explicava que Virtual “é um conceito atual que esta associado a um ambiente que tem existência aparente e não propriamente real nem física.” Bem, de cara respondi que MEU relacionamento com Deus é Real, e que de modo algum é virtual, ou meramente aparente. Porém, infelizmente há pessoas que estão vivendo um relacionamento virtual com Jesus. Antes de prosseguirmos, me permita fazer outra referência a lição ministrada. Segundo estudávamos, Relacionamento “é um conceito definido na sociologia e na psicologia como uma relação entre duas ou mais pessoas. Este tipo de relação é marcado pelo contexto onde ele está inserido, podendo ser um contexto familiar, escolar, de trabalho ou de comunidade.” Compreendo que a dúvida deu-se ao fato de que como não vemos,…

Enquanto há vida...

E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. (Romanos 8:28)
Dia desses passei por uma grande frustração. Eis que fui fazer a prova prática da habilitação e fui reprovado. Lembro que eu estava, relativamente, calmo. Ciente das coisas que deveria fazer, mas dois pequenos deslizes me condenaram. Não é fácil, pois além do tempo dedicado a se preparar, e da expectativa de conseguir a habilitação, também tem a questão financeira, não é mesmo? Mas, chateado ou não, não teve jeito. Agora vou ter de pagar o Duda e tentar novamente. Depois de passar por isso, fiquei refletindo. O primeiro pensamento que me veio foi de tristeza, pois não entendi de cara a vontade do Senhor. Afinal eu havia buscado direção e o Senhor me havia confirmado que agora era o tempo, e que eu realmente deveria prestar o exame de habilitação. Porque então não fui aprovado? A resposta, meio óbvia, é que eu não estava pronto. Pois, p…